A Trilogia das Mil e Uma Noites e o Papel do Cineasta nos Momentos de Crise

Victor Souza Ortolan

Resumo


Através de uma análise da trilogia As Mil e Uma Noites, do diretor português Miguel Gomes, este artigo traz à tona questões sobre a relevância de obras, ficcionais ou não, que abordam as crises políticas, sociais e econômicas que afligem pessoas de um determinado local, além de indagar o papel de realizadores e do cinema a respeito de situações como essa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta é uma publicação semestral do Laboratório de Tecnologias da Informação e da Comunicação - LATEC/UFRJ em parceria com a  Unidade Móvel de Investigação em Estudos do Local - ELO, da Universidade Aberta de Portugal.

ISSN: 2316-218X