Revistando a Fundamentação Pedagógica dos Modelos Educacionais a Distância Mediados pela Tecnologia / Searching the Pedagogical Models for Distance Education Mediated by Technology

João José Bignetti Bechara, Cristina Jasbinschek Haguenauer

Resumo


Desde os primórdios da utilização das tecnologias de informação e comunicação na educação, mais especificamente no apoio ao processo de ensino-aprendizagem, tem-se refletido sobre a fundamentação pedagógica mais adequada a ser adotada na concepção desses programas educativos. No presente trabalho, são discutidas duas abordagens alternativas que vêm sendo consideradas no encaminhamento dessa questão.

Tradicionalmente, tem-se buscado apoio nos paradigmas dominantes de ensino-aprendizagem: o behaviorismo, o cognitivismo e o construtivismo. Entretanto, o persistente embate entre esses paradigmas tornou-se o principal conflito epistemológico do embasamento pedagógico da educação a distância.

Alternativamente, estudos recentes lançam novos olhares sobre a questão pedagógica e identificam conexões entre o estilo do aprendiz e a eficiência da aprendizagem nesses ambientes educativos. A identificação dos estilos individuais poderia indicar as estratégias instrucionais mais eficientes para um dado aprendiz. Dentre os modelos mais estudados encontram-se o inventário de estilos cognitivos e os tipos psicológicos, esses últimos baseados nos estudos de Carl Jung.

Palavras-chave: Educação a Distância, Educação Online, Estilos de Aprendizagem, Cognição.

 

Abstract

Since the beginning of the use of information and communication technologies in education, specifically in support of the teaching-learning process, researchers have been reflecting on the most appropriate pedagogical strategies to be adopted in the design of educational programs. In this paper, we discuss two alternative approaches that are being considered in this matter. Traditionally, researchers have tried to support the dominant paradigms of teaching and learning: behaviorism, cognitivism and constructivism. However, the persistent conflict between these paradigms became the main conflict of epistemological foundations of distance education. Alternatively, recent studies have pointed out new perspectives on the pedagogical issues and identify connections between the style of the learner and the effectiveness of learning in these environments. The identification of individual colors could indicate the most effective instructional strategies for a given learner. Among the models studied are the inventory of cognitive styles and psychological types, the latter based on studies of Carl Jung.

Keywords: Distance Learning, Online Education, Styles.


Referências



Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Esta é uma publicação quadrimestral do Laboratório de Pesquisa em Tecnologias da Informação e da Comunicação, da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro – LATEC/UFRJ, em parceria com o grupo Lingnet da Faculdade de Letras da UFRJ e é dedicada à educação no contexto das Novas Tecnologias Digitais.

ISSN: 1983-2664

www.latec.ufrj.br

 

This is an electronic publication of the Information and Communication Technologies Research Laboratory , from the Federal University of Rio de Janeiro - LATEC / UFRJ, in partnership with Lingnet Project, from the Faculty of Literature of the federal University of Rio de Janeiro and and is dedicated to education in the context of digital technologies.

ISSN: 1983-2664

www.latec.ufrj.br