Staurikosaurus pricei

Colbert, 1970

Este dinossauro é um dos mais antigos e primitivo descoberto no Brasil (e no mundo) e o primeiro a ser descrito para esse país. Seu fóssil também representa um dos mais completos esqueletos de dinossauro encontrados no Brasil, com mandíbulas, coluna vertebral, pelve e membros posteriores preservados. Staurikosaurus é um dinossauro predador de 2,25 metros de comprimento. Esse animal está classificado na família Herrerasauridae, juntamente com Herrerasaurus, um dinossauro encontrado no norte da Argentina. A posição desse grupo ainda é incerta, mas acredita-se que esteja na base da evolução do grupo Saurischia, de forma que Staurikosaurus tem importância no entendimento da evolução inicial de Dinosauria.

Etimologia: O epípeto genérico faz alusão à constelação Cruzeiro do Sul (do grego stauriko = de uma cruz), para indicar que um réptil (do grego saurus) do Hemisfério Sul (na época de sua descoberta era raro encontrar dinossauros nessa parte do mundo). O epíteto específico é uma homenagem ao paleontólogo brasileiro Llewellyn Ivor Price.

Idade: entre 227 e 221 milhões de anos (Carniano - Triássico Superior)

Ocorrência: Santa Maria (Rio Grande do Sul; Membro Alemoa, Formação Santa Maria, Bacia do Paraná)

Habitat: terrestre

Dieta: carnívoro

Sistemática:

  • Sauropsida
    • Archosauria
      • Dinosauria
        • Saurischia
          • Herrerasauridae
            • Staurikosaurus

Sugestões para leitura:

BONAPARTE, J.F., 1996. Dinosaurios de America del Sur. Museo Argentino de Ciencias Naturales "Bernardino Rivadavia", Buenos Aires, 174 p.

FARLOW, J.O.; GATESY, S.M.; HOLTZ, T.R.Jr. & ROBINSON J.M., 2000. Theropod locomotion. American Zoologist, 40: 640-663.

GATESY, S.M., 1990. Caudofemoral musculature and the evolution of theropod locomotion. Paleobiology, 16(2): 170-186.

HUTCHINSON, J.R. & GATESY, S.M., 2006. Beyond the bones. Nature, 440: 292-294.

SUES, H.-D., 1990. Staurikosaurus and Herrerasauridae. In Weishampel, D.B.; Dodson, P. & Osmólska, H. (Eds.) The Dinosauria. Berkeley: University of California Press, p. 143-147.

Conteúdo por: Orlando Grillo

IMAGENS E MODELOS 3D:

  • Esqueleto 3D
  • Pelve e perna
  • Holótipo
  • Paleoarte
Ampliar modelo

Modelo: Reconstituição tridimensional do esqueleto completo de Staurikosaurus, mostrando ossos preservados (em marrom) e ossos reconstituídos com base em Herrerasaurus (em cinza)

Tamanho do exemplar: 225 cm (comprimento total)

Observação: O esqueleto mostra a postura que Staurikosaurus deveria manter, de acordo com os resultados obtidos nos estudos de biomecânica e da musculatura

Modelo desenvolvido por Orlando Grillo

Ampliar modelo

Modelo: Reconstituição tridimensional da pelve e dos membros posteriores (sem pés) gerado para estudos de biomecânica e de ação muscular

Tamanho do exemplar: 22 cm (comprimento do fêmur)

Observação: Os ossos estão orientados e articulados de acordo com os resultados obtidos nos estudos de biomecânica e da musculatura

Modelo desenvolvido por Orlando Grillo

Ampliar modelo

Exemplar: MCZ 1669

Tamanho do exemplar: 22 cm (comprimento da madíbula e do fêmur); 225 cm (comprimento total estimado)

Status: holótipo

Data de coleta: 1936

Depositado em: Coleção do Museum of Comparative Zoology (Harvard College, EUA)

Observação: Esta montagem não mostra os ossos da perna direita e do lado direito da pelve. Além disso, a perna esquerda está desarticulada e deslocada de sua posição natural.

Montagem fotográfica feita por Orlando Grillo usando fotografias de Jonathas Bittencourt

Ampliar modelo

Descrição: reconstrução em vida de Staurikosaurus.

Paleoartista: Maurílio S. Oliveira.

Técnica: acrílico sobre tela.

Tamanho da tela: 70 x 43 cm.

Observação: ---